Home Trabalhador PIS Empregada Doméstica tem direito ao PIS?

Empregada Doméstica tem direito ao PIS?

Ultimamente as empregadas domésticas tem sido palco de diversas reportagens sobre seus direitos trabalhistas. Trata-se de uma classe que até então era desassistida sobre seus direitos. Mas, isto começou a mudar nos últimos meses de 2020 com acessão de vários direitos antes não concedidos a classe. Mas ainda é preciso muita cautela. As empregadas ainda não possui acesso a outros benefícios do Governo. Uma pergunta muito ouvida nesses caso é: Empregada doméstica tem direito ao PIS? Quer descobrir a resposta dessa pergunta? Leia o artigo abaixo.

Empregada doméstica tem direito ao pis
Empregada doméstica tem direito ao pis

O que é o PIS?

Com essas diversas reportagens, muitas empregadas devem ter ouvido falar sobre o Programa de Integração Social, popularmente conhecido como PIS. Entretanto, muitas devem ter continuado na dúvida acerca do que se trata. Bom, o PIS é um programa do Governo Federal juntamente com Ministério do Trabalhado que visa integrar a vida do trabalhador à empresa e também fazer uma melhor distribuição de renda em território nacional.

O valor do PIS é articulado de acordo com o valor do salário mínimo. O valor do PIS fixado para o ano de 2020 é de R$ 1.045,00.

Empregada doméstica tem direito ao PIS?

Por mais direitos que nos últimos meses as empregadas domésticas têm ganho, a classe ainda não possui direito ao PIS. Isto porque a maioria não pertence a uma pessoa jurídica (no caso, empresas), mas sim, a pessoas físicas. O que se tem falado é em torno do Simples Doméstico, uma ferramenta no qual os patrões e empregados possam fornecer informações à Receita Federal por meio do sistema do eSocial.

Neste caso, o eSocial é uma forma mais dinamizada e prática de arrecadar impostos para o Fundo de Garantia de Tempo e Serviço (FGTS), benefício este que as empregadas possuem direito resguardado.

As empregadas possuem direito também a receber hora extra, salário, seguro contra acidentes de trabalhos, salário-família, adicional noturno, auxílio-creche e pré-escola, direitos e acordos, entre outros.

Quem tem direito ao PIS?

Assim como qualquer outro benefício do Governo Federal, é necessário que o cidadão obedeça algumas regras para o recebimento. Não é qualquer trabalhador que possui carteira de trabalho assinada que pode ter acesso ao PIS. Foram constituídas quatros requisitos caso o trabalhador queira receber o benefício do PIS. São eles:

  • Ter trabalhado por, pelo menos, 30 dias no ano-base de apuração do benefício. Sendo que, remunerado.
  • Ter cadastro de, no mínimo, cinco anos no PIS. Portanto, é preciso que tenha sido cadastrado, no mínimo, em 2015.
  • Ter suas informações enviado pelo empregador a Relação Anual de Informações Sociais, mais conhecida como RAIS.
  • Ter um rendimento mensal de, no máximo, dois salários mínimos durante o ano de apuração.

Quem não tem direito ao PIS?

Em suas diretrizes o PIS também estabelece as classes trabalhistas que não possui direito ao benefício. Nesta classe não só são as empregadas, como também: diretores sem vínculos empregatícios, menores aprendizes, trabalhadores urbanos de pessoa física e trabalhadores rurais vinculados a pessoa física.  Estes não possuem direito de forma alguma ao PIS até que sua situação empregatícia altere.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor insira seu comentário
Por favor informe seu nome